03/05/12

Jean Wyllys parabeniza STF por aprovar cotas raciais por unanimidade




O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), militante dos Direitos Humanos de grupos historicamente considerados minorias, parabeniza a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) desta última quinta-feira, 26 de abril, que optou pela constitucionalidade das cotas raciais em universidades brasileiras.

Segundo o deputado, mais uma vez o STF se mostra à frente do Poder Legislativo no que diz respeito a Direitos Fundamentais de brasileiros e brasileiras. Para Wyllys, o sistema de cotas raciais não é sinônimo de ajuda e sim de reconhecimento de um processo histórico racista e extremamente opressor.

Negros e negras não estão devidamente inseridos/as em ambientes profissionais e a ausência de negros nas universidades só reforça a segregação racial ainda existente em nossa sociedade, explica o deputado: “O racismo e a opressão de negros e negras foram tão naturalizadas no Brasil que chegam a ser sutis e praticamente invisíveis aos olhos da sociedade”, continua, lembrando que as costas raciais são ações afirmativas com duração de 10 anos, podendo ser revistas ao final desse período.

“Claro que se a educação de base brasileira não melhorar essa conquista de pouco faz sentido, mas isso não é argumento de inconstitucionalidade da medida afirmativa e sim motivação e visibilidade ao fato”, conclui o deputado, lembrando algumas palavras do ministro do STF, Joaquim Barbosa:“essas medidas visam a combater não somente manifestações flagrantes de discriminação, mas a discriminação de fato, que é a absolutamente enraizada na sociedade e, de tão enraizada, as pessoas não a percebem”.

Compartilhe:
Share on Google+



Deixe seu recado em nosso mural!

 caracteres disponíveis